De onde vem a ibogaína e como a ibogaína é usada?

De onde vem a ibogaína e como a ibogaína é usada?

A jornada de cada pessoa através da recuperação do vício é diferente. Algumas pessoas acham que as abordagens tradicionais de tratamento contra o vício em drogas não são eficazes para elas. Eles podem não responder bem à abordagem ou os medicamentos escolhidos podem não funcionar para eles.

Por causa disso, as pessoas agora estão recorrendo a diferentes abordagens de tratamento, tratamentos alternativos contra a dependência química, que funcionam melhor e viver uma vida feliz, saudável e sóbria. Este é o caso do Tratamento com Ibogaína.

O que é ibogaína?

A ibogaína é um alcalóide que vem de um arbusto chamado iboga, que cresce na África Ocidental. A maior concentração de ibogaína é encontrada na casca da raiz. Concentrações mais baixas são encontradas no resto da planta, juntamente com outros alcalóides indólicos. Devido às suas propriedades psicoativas, ele foi usado em cerimônias espirituais na religião Bwiti no passado, de acordo com a Associação Multidisciplinar de Estudos Psicodélicos.

Nas últimas décadas, o uso de ibogaína em doses maiores têm sido benéfico na redução dos sintomas de abstinência de drogas e no alívio do desejo por substâncias viciantes. Este benefício foi descoberto pela primeira vez no início dos anos 1960 por um homem viciado em heroína. De acordo com um estudo do Journal of Psychedelic Studies, a ibogaína agora é usada principalmente como um tratamento para a dependência de drogas altamente viciantes, incluindo Crack, Cocaína e Heroína, mas também tem usos espirituais. Não é conhecido por ser usado para fins recreativos.

Os efeitos da ibogaína podem ser divididos em três categorias no curso dos efeitos da droga. A fase "aguda" começa uma a três horas após a ingestão da ibogaína, que é semelhante a um estado de sonho acordado. Aproximadamente quatro a oito horas depois, o indivíduo passa por uma fase de avaliação que geralmente se concentra nas experiências da fase aguda. Finalmente, cerca de 12 a 24 horas depois, o indivíduo experimenta a fase final, que é uma fase de estimulação restante. Durante essa fase, que dura entre 24 e 72 horas, a pessoa lentamente retorna às funções normais. A maioria das pessoas também experimenta um período de menor necessidade de sono e maior introspecção após o uso da ibogaína.

Como é usado a Ibogaína no Tratamento da Dependência Química?

Os efeitos psicoativos da ibogaína a tornam eficaz no tratamento de vícios em drogas. Os efeitos imediatos da ibogaína duram vários dias. Para aqueles que experimentam graves sintomas de abstinência e desejos durante os primeiros dias e semanas de tratamento contra a dependência, este é um grande benefício. A eliminação dos sintomas de abstinência permite que as pessoas em tratamento se concentrem nos aspectos positivos da recuperação, em vez de nas experiências negativas da abstinência.

Além disso, as experiências com a ibogaína levam as pessoas a obter informações vitais sobre por que se voltaram para o vício, para o consumo de drogas, o que pode ser usado para promover a reabilitação e abandono do vício. Isso é semelhante ao trabalho realizado em ambientes terapêuticos durante o tratamento e a recuperação, mas permite uma experiência mais pessoal. A experiência mais intensa com a ibogaína significa que as pessoas podem se recuperar muito mais rápido e levar estilos de vida saudáveis, felizes e sóbrios mais cedo.

Quer você tenha lutado para uma recuperação bem-sucedida ou, seja um novato, a ibogaína pode ser exatamente o tratamento de que você precisa. Além de ser de base natural, tem se mostrado repetidamente bem-sucedido, especialmente para aqueles que usam substâncias altamente viciantes. Encontrar o tratamento certo para você fará a diferença entre uma vida sóbria e o alívio temporário de seu vício antes de uma recaída. Procure um Programa Terapêutico de Ibogaína hoje para começar seu tratamento contra a dependência química e encontre seu caminho para uma vida nova, saudável e feliz.

Artigos Relacionados